Método de Classificação da 2ª Fase

Em cada uma das mini-entrevistas o entrevistador/observador atribuirá uma cotação ao candidato de acordo com uma grelha específica para aquela estação.

No final das 10 mini-entrevistas cada candidato terá uma classificação que corresponde à média aritmética (arredondada às décimas) das classificações obtidas em todas as estações.

É com base na classificação obtida na segunda fase, independente da cotação da primeira fase, que serão selecionados os futuros estudantes, em número de 48, da edição de 2015/2016.

No caso de haver empate para o último lugar disponível, recorrer-se-á à classificação da primeira fase para fins de desempate, aplicando-se, no caso de ainda haver empate na classificação da primeira fase, os critérios de desempate descritos aqui:

a)     Classificação na prova de aptidões cognitivas, arredondada às décimas;

b)     Classificação na prova de conhecimentos da língua inglesa arredondada às unidades;

c)     Idade, sendo que o candidato mais novo passa à fase seguinte;

d)     Esgotados os critérios e mantendo-se o empate, os candidatos empatados passam à fase seguinte.