Unidades Curriculares

1. Biologia Celular                                  Ano 1 / Semestre 1                                                         6 ECTS

Carga horária   T: 25; TP: 20; PL: 15 = 60

Objetivos pedagógicos:

Pretende-se neste módulo que o aluno adquira os conhecimentos básicos referentes à estrutura e à função dos componentes celulares. Será dada particular atenção ao estudo de determinadas interacções macromoleculares bem como a sua relação com a estrutura e função das células, como por exemplo a interrelação do citoesqueleto com a organização celular. Finalmente, a função e comportamentos celulares serão ainda integrados ao nível do correcto funcionamento e desenvolvimento de organismos multicelulares, nomeadamente os seres humanos.

Conteúdos programáticos:

  • Conceitos químicos e físicos básicos; Componentes químicos das células.
  • Estrutura e função nuclear; DNA e cromossomas.
  • Estrutura e função de membranas biológicas – estrutura e dinâmica, transporte, fisiologia membranar.
  • Compartimentos intracelulares e organelos; comunicação e receptores celulares; matriz extracelular; citoesqueleto e motilidade celular.
  • Controlo do ciclo celular e morte celular; mitose e meiose.
  • Tecidos e desenvolvimento.

2. Química Geral                                        Ano 1 / Semestre 1                                        6 ECTS

Carga horária   T: 30; TP: 21; PL: 21 = 72

Objetivos Pedagógicos:

Ensino mais centrado sobre a aquisição de métodos de raciocínio e a compreensão dos fenómenos, que sobre o conhecimento sistemático. As características dos sistemas moleculares e das suas transformações são examinadas numa óptica tanto física como "bio"química. Compreender a estrutura dos átomos e das moléculas permitindo ao aluno ler e escrever fórmulas químicas e prever as propriedades físicas e químicas dos compostos. Ensinar os fundamentos da Termodinâmica para que o aluno seja capaz de compreender as transformações de energia que acompanham os processos químicos e prever o sentido de evolução de um sistema.

Conteúdos Programáticos:

  • Estrutura Atómica: o átomo de hidrogénio, átomos polielectrónicos e periodicidade química.
  • Ligação Química: Compostos iónicos e covalentes.
  • Teoria da ligação de valência e geometria molecular.
  • Teoria das orbitais moleculares e orbitais deslocalizadas.
  • Forças intermoleculares e estados da matéria.
  • Aspetos termodinâmicos (equilíbrios químicos) e cinéticos das reacções químicas.
  • Estudo dos equilíbrios iónicos (redox-pH- precipitações e complexações)
  • Termodinâmica: Comportamento dos gases.
  • Energia e termoquímica. Energia livre de Gibbs e sentido de evolução de um sistema químico.
  • Diagrama de fases de uma substância pura.

3. Matemática                                             Ano 1 / Semestre 1                                6 ECTS

Carga horária   T: 22,5; TP: 45 = 67,5

Objetivos Pedagógicos:

Aquisição de flexibilidade de cálculo, compreensão e capacidade de manusear a quantificação de grandeza de natureza física, química e biológica.

Conteúdos Programáticos:

  • Generalidades sobre funções: Monotonia, extremos, representação gráfica, função inversa. Sucessões.
  • Funções elementares: polinomiais, irracionais, exponencial e logarítmica, trigonométricas e suas inversas.
  • Limites e continuidade: noção de limite, propriedades dos limites, limites importantes, funções assimptoticamente iguais, noções de funções contínuas e suas propriedades.
  • Derivabilidade: noções de derivada e diferencial, regras e fórmulas de derivação, teoremas principais, aplicação ao estudo de funções. Aplicações em Ciências Biomédicas.
  • Funções de várias variáveis: limites, continuidade, derivadas direccionais, derivadas parciais e diferencial total.
  • Primitivas: primitivas imediatas, método de primitivação por partes e por substituição, primitivas de funções racionais.
  • Integração: integral de Riemann, integral definido e indefinido, principais teoremas, aplicações ao cálculo de áreas e comprimentos de arco e a Ciências Biomédicas.
  • Equações Diferenciais: equações diferenciais de variáveis separáveis, exactas, lineares de 1ª ordem e de 2ª ordem. Aplicações a Ciências Biomédicas.

4. Histologia Básica                                             Ano 1 / Semestre 1                                4 ECTS

Carga horária   T: 15; PL: 24 = 39

Objetivos pedagógicos:

Os alunos devem adquirir conhecimentos básicos da técnica histológica, sendo capazes de aplicar a técnica de inclusão em parafina e coloração básica de hematoxilina- eosina.

Os alunos devem ser capazes de reconhecer e identificar, os diversos tecidos animais: tecidos epiteliais, tecidos conjuntivos, tecidos musculares e tecidos nervosos. Devem ainda ser capazes de associar os tecidos às respetivas funções, sabendo integrar e aplicar essas funções aos respetivos órgãos e aparelhos.

Conteúdos programáticos:

  • Histologia geral: introdução ao estudo da histologia.
  • Técnica histológica básica. Inclusão em parafina. Técnicas de coloração: hematoxilina –eosina.
  • Histologia de tecidos. Funções de tecidos e órgãos.Tecido epitelial: tecidos de revestimento e glandulares
  • Tecido conjuntivo: tecido conjuntivo propriamente dito, tecido adiposo, tecido cartilagíneo, tecido ósseo e ossificação. Medula óssea e hematopoiese, tecido sanguíneo.
  • Tecido muscular: tecido muscular estriado, tecido cardíaco e tecido muscular liso
  • Tecido nervoso: tecido do sistema nervoso central e periférico. Nervos.

5. Bio-Estatística                                         Ano 1 / Semestre 1                               4 ECTS

Carga horária   TP: 45 = 45

Objetivos Pedagógicos:

Fornecer aos alunos conhecimentos nas áreas da estatística descritiva e da inferência estatística. Dar a conhecer modelos probabilísticos que constituem as bases da inferência estatística, assim como métodos de análise, tratamento e interpretação de dados. Através de aplicações a casos de estudo em ciências da saúde os alunos deverão ser capazes de utilizar e consolidar os conceitos adquiridos, assim como interpretar os resultados obtidos.

Conteúdos programáticos

  • Estatística descritiva.
  • Noções de probabilidade.
  • Distribuições de probabilidade.
  • Estimação pontual e por intervalos.
  • Testes de hipóteses.
  • Introdução à regressão linear simples.

6. Bioética                                                  Ano 1 / Semestre 1                               3 ECTS

Carga horária   TP:30 = 30

Objetivos Pedagógicos:

Aprendizagem da ética no contexto das ciências biomédicas. Proporcionar ao aluno elementos teóricos e metodológicos para que consiga melhor estabelecer os “limites” e “fronteiras” na investigação em ciências biomédicas; ii) compreender as limitações coletivas no que se refere à aplicação dos códigos de ética profissional na prática quotidiana e a partir disso redefinir a importância dos princípios morais relacionadas com a responsabilidade científicosocial e a solidariedade humana; iii) analisar criticamente a postura dos alunos no que se refere aos parâmetros bioéticos, em casos reais ou fictícios; iv) reflectir sobre tomadas de decisão dilemáticas.

Conteúdos Programáticos:

  • Introdução à Bioética
  • Princípios éticos
  • Questões éticas do início de vida
  • Questões éticas do fim de vida
  • Ética na experimentação animal
  • Ética da relação homem-ambiente
  • Ética da relação médica

7. Bioquímica                                                  Ano 1 / Semestre 2                               6 ECTS

Carga horária   T: 30; TP: 15; PL: 15; OT: 5 = 65

Objetivos Pedagógicos:

Apresentação dos aspectos básicos da Bioquímica e introdução às moléculas de interesse biológico. Definição, em termos químicos, das estruturas de um certo número de moléculas importantes e de reacções do metabolismo básico. Exemplos de relação entre função metabólica e patologias clínicas.

Conteúdos Programáticos:

  • Química e estrutura de compostos de interesse biológico (aminoácidos, péptidos, proteínas, enzimas, coenzimas, glícidos, lípidos, nucleótidos e ácidos nucleicos).
  • Enzimologia e catálise enzimática.
  • Aspetos gerais do metabolismo. Produção, armazenagem e utilização da energia metabólica: glicólise, neoglucogénese, via do fosfogluconato, fermentações, descarboxilação oxidativa do piruvato, ciclo do citrato, transporte electrónico e fosforilação oxidativa, fotossíntese.
  • Oxidação e biossíntese dos ácidos gordos.
  • Metabolismo dos aminoácidos e biossíntese das proteínas.

8. Sistemas Orgânicos Funcionais 101        Ano 1 / Semestre 2                                6 ECTS

Carga horária   T: 26; TP: 12,5; PL: 7,5; S:5 = 55

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos e competências sobre a estrutura e função de cada sistema orgânico e estudar, numa perspectiva integrada ao nível da sua anatomia, histologia, fisiologia, bioquímica e biofísica, o Sistema Músculo-Esquelético.

Conteúdos Programáticos:

  • Introdução aos Sistemas Orgânicos e Funcionais; Importância do seu estudo.
  • Organização geral do sistema músculo-esquelético; estudo da estrutura macroscópica dos ossos, articulações e músculos numa visão integrada com os seus aspectos bioquímico, celulares e moleculares e o funcionamento destas estruturas.
  • Conceitos e nocões de Mecânica sobre equilíbrio, elasticidade, compressão, distensão e rotura dos tecidos biológicos, em particular ossos e músculos.
  • Patologia, sua prevenção, detecção e tratamento.

9. Estrutura e Função dos Compostos Orgânicos        Ano 1 / Semestre 2                                4 ECTS

Carga horária   T: 24; TP: 8; PL: 12 = 44

Objetivos Pedagógicos:

Revelar como a estrutura dos compostos orgânicos se relaciona com a sua função química e biológica, com especial ênfase em química medicinal.

Espera-se que no final da disciplina o aluno saiba representar e designar moléculas orgânicas e consiga relacionar a sua estrutura, em termos globais e de grupos funcionais com a forma como atuam em sistemas vivos.

Conteúdos Programáticos:

  • Estrutura e representação de compostos orgânicos
  • Hidrocarbonetos
  • Grupos funcionais com ligações simples
  • Grupos funcionais com ligações múltiplas
  • Conjugação e aromaticidade
  • Compostos heterocíclicos
  • Estereoquímica e bioatividade
  • Biomoléculas
  • Princípios e exemplos de mecanismos de ação de fármacos.

10. Física                                                    Ano 1 / Semestre 2                                6 ECTS

Carga horária   T: 30; TP: 22,5; PL: 15 = 67,5

Objetivos pedagógicos:

Proporcionar em cinco unidades temáticas a aprendizagem dos conceitos básicos de biomecânica, fluidos, oscilações e ondas, electricidade, magnetismo, ondas elecromagnéticas e radiações.

Conteúdos Programáticos

  • Biomecânica: movimentos, forças, princípios de conservação e forças de atrito. Aplicações: saltos em altura, saltos em comprimento, quedas de pontos altos, forças nos músculos e nos ossos, forças de ruptura, balanço energético nos saltos, lançamento de foguetões e satélites, as marés.
  • Fluidos: tipos de fluidos, densidade e pressão, leis da hidrostática, pressão atmosférica, equação de Bernoulli, fluidos ideais e fluidos viscosos, regimes de escoamento, número de Reynolds. Aplicações: pressão sistólica e diastólica, pressão arterial, medição da tensão arterial, sistema cardiovascular, bloqueamento dos vasos sanguíneos, equilíbrio de corpos mergulhados na água, força que sustenta os aviões, velocidade limite de uma gota de chuva.
  • Oscilações e Ondas Mecânicas: movimento harmónico, movimento amortecido e forçado, ressonância, movimento ondulatório, equação de propagação de uma onda, efeito Doppler, dispersão, reflexão, refracção e difracção. Aplicações: emissão e captação de sons, frequências das notas musicais, ecos, ecografia.
  • Eletricidade e Magnetismo: cargas eléctricas, forças electrostáticas, energia potencial eléctrica, campo eléctrico, lei de Ohm, condutores, isoladores e supercondutores, condensadores, potência eléctrica, campo magnético, força de Lorentz, indução magnética. Aplicações: correntes iónicas através de membranas biológicas, capacidade eléctrica das membranas, efeito das correntes eléctricas no corpo humano, o efeito protector do campo magnético terrestre.
  • Ondas Electromagnéticas: estudo do espectro electromagnético com ênfase na zona do visível e lasers. Estudo da interacção microscópica luz laser no tecido, processos de interacção fotoquímica, térmica, fotoablação e fotodisrupção. Aplicações: lentes e correcção de deficiências ópticas e uso de lasers em interacção térmica para aquecer e necrosar tecidos cancerosos. A interacção fotoquímica tem a ver com a indução de reacções químicas entre macromoléculas ou tecidos na presença da luz.
  • Radiações: Estrutura de átomo e núcleos, tipos de emissão radioactiva, lei do declínio radioactivo, actividade, fontes, interacção da radiação com a matéria e detectores. Aplicações: efeitos biológicos das radiações, controlo radiológico, caracterização de radiofármacos.

11. Sistemas Orgânicos Funcionais 102      Ano 1 / Semestre 2                               6 ECTS

Carga horária   T: 30; TP: 15; TC: 5; OT: 5 = 55

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos e competências sobre a estrutura e função do Sistema Digestivo e estudar, numa perspectiva integrada, a sua anatomia, histologia, fisiologia, bioquímica e biofísica. A disciplina SOF versa o seguinte módulo temático.

Conteúdos Programáticos:

  • Estrutura macroscópica e microscópica do sistema digestivo e glândulas anexas.
  • Metabolismo de nutrientes no sistema digestivo e produção de energia.
  • Nutrição e doença.

12. Sistemas Orgânicos Funcionais 103      Ano 2 / Semestre 1                                 6 ECTS

Carga horária   T: 30; TC: 5; S:10; OT: 5 = 50

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos e competências sobre a estrutura e função do Sistema Renal e estudar, numa perspectiva integrada, os seus vários aspectos incluindo anatomia, histologia, fisiologia, bioquímica e biofísica. E ainda abordar as principais alterações relacionadas com as suas várias patologias.

Conteúdos Programáticos:

  • Anatomia Renal e do Aparelho Urinário
  • Estrutura e função dos componentes do sistema urinário; o néfron como unidade funcional;
  • Conceitos básicos da anatomia do Nefrónio. Filtração glomerular e transporte epitelial. Mecanismos de filtração, secreção e reabsorção tubular; controlo renal da volémia e da osmolaridade do plasma. Mecanismos de controlo da função renal. Concentração da urina. Mecanismo de contra-corrente. Equilíbrio Ácido-base.

13. Sistemas Orgânicos e Funcionais 201    Ano 2 / Semestre 1                               6 ECTS

Carga horária   T: 18; TP: 12; PL: 10; S:11; OT: 7 = 58

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos e competências sobre a estrutura e função do Sistema Circulatório e Respiratório e do Sangue, e estudar, numa perspetiva integrada, os seus vários aspetos incluindo anatomia, histologia, fisiologia, bioquímica e biofísica. E ainda abordar as alterações relacionadas com as suas várias patologias, incluindo doenças do foro genético e provocadas por alterações ambientais.

Conteúdos Programáticos:

  • Estudo da estrutura (macroscópica e microscópica), fisiologia, bioquímica e biologia dos sistemas cardiovascular e respiratório.
  • Integração da função cardiovascular e controlo da pressão arterial sistémica.
  • Casos específicos de variações anatómicas, ou alteraç~ies congénitas durante o desenvolvimento dos sistemas circulatório e respiratório.
  • Bioquímica e biofísica do sangue e seu transporte. Angiogénese e distúrbios trombóticos.
  • Noções de hidrostática e hidrodinâmica do sangue.
  • Fenómenos de tensão superficial e capilaridade relevantes para o funcionamento dos pulmões. A transferência de energia térmica, a difusão livre e a difusão através de membranas, essenciais à oxigenação do sangue e tecidos.

14. Sistemas Orgânicos e Funcionais 301    Ano 2 / Semestre 1                               6 ECTS

Carga horária   T: 35; TP: 15; OT: 5 = 55

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos e competências sobre a estrutura e função do Sistema Nervoso Central e Periférico e estudá-los, numa perspetiva integrada, ao nível da sua anatomia, histologia, fisiologia e bioquímica. E ainda abordar as alterações relacionadas com as suas várias patologias, incluindo doenças do foro genético e provocadas por alterações fisiológicas, emocionais e/ou ambientais.

Conteúdos Programáticos:

  • Composição e estrutura dos constituintes do sistema nervoso.
  • A comunicação química no sistema nervoso. Os aspetos elétricos do sistema nervoso.
  • O funcionamento dos órgãos dos sentidos, audição e visão.
  • Patologias e sua etiologia. Consequências e tratamentos.
  • Alterações de funcionamento provocadas pelo meio ambiente, de cariz emocional ou em consequência de outras patologias.

15. Fundamentos de Microbiologia Médica         Ano 2 / Semestre 1                               6 ECTS

Carga horária   T: 20; TP: 5; TC : 5; PL: 25 = 55

Objetivos Pedagógicos

Os alunos com aprovação nesta disciplina  deverão ser capazes de:

-reconhecer a diversidade (morfológica, ultraestrutural, metabólica, genética e taxonómica) dos microrganismos; - reconhecer doenças infecciosas como desequilíbrios na microbiota do corpo humano; - identificar e utilizar técnicas de deteção e controlo de microrganismos; - conhecer mecanismos envolvidos na infeção humana por vírus, bactérias e fungos, bem como os principais tipos de infeções associadas a estes micróbios.

Conteúdos Programáticos

  • Estudo da diversidade morfológica, ultraestrutural, metabólica, genética e taxonómica dos microrganismos.
  • Métodos para isolamento e identificação de microrganismos.
  • Técnicas bioquímicas de identificação e testes de sensibilidade e antibiograma.
  • Microbiota do corpo humano. Microrganismos patogénicos. Mecanismos envolvidos na infeção humana por vírus, bactérias e fungos e principais tipos de infeções associadas a estes microrganismos.

Tópicos que são abordados nos seguintes capítulos:

  1. Breve introdução histórica à Microbiologia;
  2. Organização ultraestrutural de vírus, eubactérias, arqueia e microrganismos eucariotas;
  3. Fisiologia celular microbiana;
  4. Breves noções de Genética Microbiana;
  5. Sistemática e taxonomia microbiana;
  6. Nutrição, crescimento de microrganismos;
  7. Noções de ecologia microbiana;
  8. Relações entre os microrganismos e o corpo humano;
  9. Controlo de microrganismos por agentes antimicrobianos e mecanismos de resistência;
  10. As bactérias como agentes patogénicos;
  11. Leveduras e fungos como agentes patogénicos;
  12. Os vírus como agentes patogénicos.

16. Epidemiologia                                      Ano 2 / Semestre 1                                3 ECTS

Carga horária   T: 10; TP: 20 = 30

Objetivos Pedagógicos:

Iniciar os alunos em conceitos básicos em Epidemiologia e facilitar a compreensão dos métodos da Epidemiologia mais utilizados.

Conteúdos Programáticos:

  • Relevância da Epidemiologia na prática da Saúde Pública.
  • Estimativa do estado de saúde de pessoas, grupos e comunidades.
  • Informação em saúde.
  • Epidemiologia e investigação em saúde.
  • Noção de risco. Incidência e prevalência.
  • A dinâmica da população: o estado e o movimento. A medida em Demografia.
  • História natural da doença. Níveis de prevenção. Contributo da Epidemiologia para o estudo da história natural da doença.
  • O controlo de doenças transmissíveis. Conceito de vigilância epidemiológica.
  • Princípios e critérios de um programa de rastreios.
  • Estudos epidemiológicos: Inquéritos ou estudos transversais; Desenho de um estudo caso-controlo. Desenho de um estudo de coorte. Métodos quasi-experimentais.
  • Critérios de causalidade. Registos de doentes.
  • Os epidemiologistas e os Serviços.

17. Genética Molecular                                Ano 2 / Semestre 2                                 6 ECTS

Carga horária   T: 20; TP: 20; PL: 15; S: 5 = 60

Objetivos Pedagógicos

Facultar ao aluno os conhecimentos que lhe permitam compreender a função do gene e da influência exercida por este na definição do organismo como um todo e na sua interacção com outros indivíduos e com o ambiente.

Conteúdos Programáticos

  • Replicação, transcrição e processamento dos transcritos. Tradução, endereçamento e processamento proteico. Mutação e reparação. Transformação e recombinação em bactérias e vírus. Características ambientais e genéticas que afectam o aparecimento ou alteração de um fenótipo. Genoma nuclear e extra nuclear e sua evolução.
  • Genes e genomas. Mecanismos moleculares envolvidos no controlo da expressão genética em procariotas e eucariotas. Regulação da transcrição, promotores e splicing alternativo, RNA editing, mecanismos de tradução alternada. Metilação, fosforilação etc, como mecanismos de regulação da expressão genética.
  • Cromossomas como base da hereditariedade. Estrutura dos cromossomas, sua duplicação e produção de gâmetas geneticamente diferentes. Recombinação e crossover. Métodos para localização de genes nos cromossomas. Rearranjos cromossómicos e suas consequências.
  • Engenharia genética e análise do genoma. Genómica Funcional.

18. Sistemas Orgânicos e Funcionais 202    Ano 2 / Semestre 2                                 6 ECTS

Carga horária   T: 21; TP: 7; PL: 7; S:9; OT: 8 = 52

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos e competências sobre a estrutura e função do (1) Sistema Endócrino, (2) Aparelho Reprodutor Masculino e Feminino e (4) Desenvolvimento Pré-Natal, Crescimento e Envelhecimento, e estudá-los, numa perspectiva integrada, ao nível da sua anatomia, histologia, fisiologia, bioquímica e biofísica. E ainda abordar as alterações relacionadas com as suas várias patologias, incluindo doenças do foro genético, congénitas e provocadas por alterações ambientais.

Conteúdos Programáticos:

  • O sistema endócrino. a bioquímica das hormonas e sistema endócrino e a sua integração com o sistema nervoso. Bioquímica da ação hormonal.
  • Aparelho reprodutor e manutenção da espécie. Estrutura e função dos sistemas reprodutor masculino e feminino. Desenvolvimento embrionário, crescimento e envelhecimento. Patologias do foro genético e congénitas, consequências e tratamentos.

19. Parasitologia e Micologia Médica          Ano 2 / Semestre 2                                 6 ECTS

Carga horária   T: 20; TP: 10; PL: 10; S:10 = 50

Objetivos Pedagógicos:

  • Conceptualizar a Parasitologia e conhecer as suas principais divisões, bem como a sua importância na vida do homem, de outros seres vivos e no meio ambiente, correlacionando-a com a área da saúde.
  • Caracterizar os parasitas protozoários, helmintas e fungos quanto aos aspetos morfológicos, biológicos e de transmissão ao Homem.
  • Identificar as bases das defesas antimicrobianas do hospedeiro, da virulência microbiana e as bases gerais do controlo antiparasitário.
  • Adquirir as bases laboratoriais da manipulação e identificação dos microrganismos.
  • Aplicar os conceitos de Parasitologia adquiridos na apresentação científica dos principais protozoários, helmintas e fungos de importância médica.

Conteúdos Programáticos:

  • Introdução ao estudo da Parasitologia Humana.
  • Boas práticas laboratoriais no estudo dos parasitas. 
  • Protozoários, Helmintas e Fungos: morfologia, biologia e epidemiologia dos mais importantes na Saúde humana e animal e seus ciclos de vida.
  • Doenças causadas por parasitas protozoários, helmintas e fungos.
  • Interação microrganismo-hospedeiro: mecanismos de defesa contra a infeção e estratégias de evasão dos microrganismos; Causas e consequências da infecção individuais, nas populações e ambientais.
  • Métodos de diagnóstico dos parasitas protozoários, helmintas e fungos.
  • Prevenção, controlo e bases terapêuticas.

20. Tecnologia de Cultura de Células Animais     Ano 2 / Semestre 2                                6 ECTS

Carga horária   T: 15; PL: 25; S: 10 = 50

Objetivos Pedagógicos:

Compreender os principais conceitos da cultura, manipulação e conservação in vitro da célula animal. Aprender os princípios básicos necessários para estabelecer e caracterizar culturas primárias e linhas celulares derivadas de tecidos e órgãos. Conhecer as principais aplicações da cultura de células animais em Ciências Biomédicas.

Conteúdos Programáticos:

  • O desenvolvimento da tecnologia de células animais. Biologia da célula em cultura. 
  • Desenho e distribuição do laboratório. Normas de segurança e perigos biológicos. O ambiente de cultura: Substrato, Fase de Gás, Meio e Temperatura.
  • Manutenção da cultura: linhas celulares. Clonagem e seleção de linhas celulares específicas. Caracterização de linhas celulares.
  • Estabelecimento de linhas celulares: imortalização por transfecção. Contaminação. Quantificação e desenho experimental. Tissue  Engineering (Culturas tridimensionais).  “Scalling-up” de Culturas de Células Animais em suspensão. Obtenção de produtos com células animais.

21. Doenças Metabólicas                             Ano 2 / Semestre 2                               6 ECTS

Carga horária   TP: 36; TP: 18 = 50

Objetivos Pedagógicos:

Na disciplina de Doenças Metabólicas pretende-se que os alunos adquiram conhecimentos básicos sobre as biomoléculas (proteínas, lípidos, hidratos de carbono e ácidos nucleicos) e seu metabolismo, com base na compreensão das alterações bioquímicas associadas aos seguintes cenários clínicos:

  • Drepanocitose (Anemia de células falciformes); Grupos sanguíneos
  • Intolerância à lactose; Ausência da enzima desramificadora do glicogénio
  • Dislipidémias e hipercolesterolinémia
  • Anemia hemolítica causada por uma deficiência na piruvato-quinase
  • Doenças mitocôndriais
  • Intoxicação com cianeto
  • Ginástica aeróbica: porquê?
  • Favismo: deficiência em Glucose-6-fosfato desidrogenase (G6PD)
  • Aminoacidurias
  • Deficiência no transporte da Carnitina
  • Fibrose Quística ou Para-amiloidose
  • Exercício físico e acidose láctica
  • Cetose
  • Coma urémico
  • Diabetes
  • Jejum prolongado

Conteúdos Programáticos:

  • Estrutura básica das proteínas. Estrutura básica dos aminoácidos. Ligações peptídicas. Estrutura primária, secundária, terciária e quaternária. Proteínas conjugadas.
  • Estrutura básica das oses. Ligações glicosídicas. Mono-, Di- e polissacaridos.
  • Explicar a função do glicogénio e seu metabolismo (catabolismo e anabolismo)
  • Estrutura básica dos fosfolípidos, mono-, di- ou triglicéridos, apolipoproteínas, LDL, IDL, VLDL e quilomicrons.
  • Elaborar um esquema que compare estrutura, organização dos ácidos nucleicos e função
  • Descrever as principais etapas do metabolismo celular: catabolismo/anabolismo e energia/potencial redutor;
  • Descrever as principais etapas do catabolismo dos hidratos de carbono;
  • Descrever a glicólise;
  • Identificar os destinos metabólicos dos produtos finais da glicólise em anaerobiose e aerobiose;
  • Explicar o funcionamento do complexo piruvato desidrogenase;
  • Elaborar um esquema simplificado do ciclo de Krebs;
  • Explicar o fenómeno de respiração mitocondrial como processo gerador de ATP;
  • Explicar os fluxos de poder redutor e ATP entre citosol e mitocôndria;
  • Elaborar o balanço energético do metabolismo da glicose;
  • Explicar a função do glicogénio e seu metabolismo (catabolismo e anabolismo);
  • Explicar o metabolismo da glicose pela via das pentoses-fosfato;
  • Descrever a gluconeogénese e o seu papel no metabolismo do organismo: ciclo de Cori;
  • Explicar o metabolismo dos aminoácidos com base nas reacções de aminação, transaminação e desaminação oxidativa;
  • Explicar o ciclo da ureia;
  • Explicar o metabolismo dos ácidos gordos;
  • Explicar os diferentes tipos de regulação metabólica.
  • Explicar os diferentes tipos de regulação metabólica;
  • Descrever a gluconeogénese e o seu papel no metabolismo do organismo: ciclo de Cori;
  • Relacionar a regulação da glicólise e da gluconeogénese, com base nas reações irreversíveis e associando-a às diferentes necessidades do organismo;
  • Explicar a regulação do complexo piruvato desidrogenase e do ciclo de Krebs;
  • Explicar a interdependência entre a fosforilação oxidativa e os processos de oxidação completa da glucose;
  • Explicar os pontos-chave das ramificações metabólicas com ênfase nos processos de regulação da formação de acetil-CoA;
  • Explicar o ciclo da ureia e sua regulação;
  • Explicar os processos de regulação do metabolismo dos aminoácidos
  • Explicar a regulação das enzimas acil-coa sintetase e acetil-coa carboxilase no metabolismo dos ácidos gordos;
  • Analisar a integração entre o metabolismo dos lípidos e o metabolismo dos glúcidos através da síntese de corpos cetónicos;
  • Relacionar a razão NADP+/NADPH no citosol com a via das pentoses fosfato;
  • Relacionar a regulação hormonal com a regulação metabólica intracelular;
  • Explicar a ação das hormonas no metabolismo do glicogénio;
  • Analisar o perfil metabólico dos diferentes tecidos (músculo, fígado, cérebro e tecido adiposo);
  • Elaborar um esquema integrante das diferentes vias metabólicas evidenciando os pontos comuns e sua complementaridade.

22. Biologia do Desenvolvimento Embrionário     Ano 3 / Semestre 1                                6 ECTS

Carga horária   T: 30; TP: 4; PL: 16; S: 5; OT: 5 = 55

Objetivos Pedagógicos:

Esta disciplina pretende dar ao estudante uma visão aprofundada do conhecimento atual das bases genéticas, moleculares e morfogenéticas das fases iniciais do desenvolvimento embrionário animal.

Conteúdos Programáticos:

  • Apresentação das características principais dos animais modelo mais utilizados no estudo da Biologia do Desenvolvimento.
  • As principais fases do desenvolvimento embrionário animal. Conceitos de diferenciação celular e controlo da expressão genética.
  •  Abordagem das técnicas de biologia molecular utilizadas no estudo da expressão genética diferencial.
  • Os gradientes morfogenéticos e o estabelecimento de padrões de desenvolvimento embrionário. Estabelecimento dos folhetos embrionários.
  • Estabelecimento dos eixos embrionários em vários animais modelo. Conceito de “organizer” e o seu papel em vários módulos de desenvolvimento.
  • O código Hox e o seu papel numa perspetiva evolutiva.
  • Principais vias de sinalização envolvidas no desenvolvimento embrionário. Extrapolação para outras áreas da ciência atual. Padronização por inibição vs. ativação genética. Controlo genético do desenvolvimento embrionário inicial de alguns órgãos.

23. Genética Humana                                  Ano 3 / Semestre 1                               6 ECTS

Carga horária   T: 15; TP: 10; PL: 10; S: 10 = 45

Objetivos Pedagógicos:

Conhecer os principais métodos de diagnóstico de doenças hereditárias. Ser capaz de discutir os princípios e implicações do Projeto do Genoma Humano e da terapia génica. Dominar aspetos básicos da análise da distribuição populacional das doenças hereditárias e sua evolução.

Conteúdos Programáticos

  • Base molecular das doenças hereditárias – hemoglobinopatias, distrofias musculares, fibrose quística; hereditariedade e perspetivas de terapia génica. Utilização da Internet como base de investigação das doenças hereditárias.
  • Estrutura molecular do genoma humano –, métodos de mapeamento, identificação e isolamento de genes associados a doenças.
  • Aplicações em Ciências Biomédicas derivadas do conhecimento do genoma humano.
  • Técnicas de diagnóstico e deteção de portadores. Interpretação de dados genéticos e de segregação familiar.
  • Tópicos de genética populacional.

24. Imunologia Humana                             Ano 3 / Semestre 1                                 6 ECTS

Carga horária   T: 25; TP: 5; PL: 15 = 45

Objetivos Pedagógicos:

  1. Conhecer os fundamentos básicos de imunologia (mecanismos celulares e moleculares da resposta imunológica).
  2. Compreender o papel de funções e disfunções imunológicas na Saúde humana
  3. Conhecer algumas aplicações tecnológicas da imunologia.

Conteúdos Programáticos:

  • Nas aulas teóricas serão lecionados os seguintes tópicos: Introdução ao sistema imune; Anticorpos; MHC e TCR; Diferenciação e ativação de linfócitos T e B; Ativação de leucócitos e respostas efetoras; Resposta imunitária a agentes infeciosos, vacinas e imunodeficências; Imunidade inata e complemento; Processo inflamatório; Imunologia tumoral; Tolerância imunologica; Auto-imunidade e transplantação; Hipersensibilidade e alergia.
  • As aulas práticas e teórico-práticas incluem uma introdução teórica e a execução de técnicas imunológicas laboratoriais..

25. Terapia Génica e Celular                        Ano 3 / Semestre 1                                6 ECTS

Carga horária   T: 25; TP: 20; S: 5 = 50

Objetivos Pedagógicos

Ensino das bases científicas e tecnológicas envolvidas na terapia génica e celular. Criação de competências, nomeadamente capacidades de análise, de síntese, crítica e de integração de conhecimentos para avaliar, compreender e propor possíveis abordagens de terapia génica e celular.

Conteúdos programáticos:

  • Definição de terapia génica e celular, doenças alvo, riscos e vantagens associados à terapia génica e celular.
  • Evolução cronológica da terapia génica e celular.
  • Questões éticas e regulamentação associadas à terapia génica e celular.
  • Vetores virais, não virais e sua comparação.
  • Sequências terapêuticas; estratégias de administração in vivo e ex vivo.
  • Células estaminais; terapia somática e germinal; targeting molecular de vetores; definição e manipulação experimental de modelos animais.
  • Produção de modelos animais.
  • Perspetivas terapêuticas atualmente em estudo e doenças alvo (Fibrose quística; Hemofilia B; Deficiência da desaminase da adenosina; doenças cardiovasculares; cancro; doenças neurodegenerativas; doenças infecciosas)

26. Neurobiologia                                       Ano 3 / Semestre 1                                 6 ECTS

Carga horária   T: 20; TP: 15; PL: 10; S: 5 = 50

Objetivos Pedagógicos:

Aquisição de competências na análise, interpretação e exposição de conhecimentos adquiridos na unidade curricular de Neurobiologia. Identificar os desafios atuais nesta área de estudo.

Conteúdos Programáticos:

  • O sistema nervoso: estruturas, divisões, componentes celulares e barreiras.
  • Neurotransmissão: potenciais de membrana, potenciais de acção, transmissão sináptica, neurotransmissores e receptores associados, sinalização intracelular.
  • Plasticidade sináptica, memória e aprendizagem.
  • Perturbações do funcionamento normal do sistema nervoso: isquemia cerebral, epilepsia, doenças neurodegenerativas, abuso de drogas.
  • Modelos utilizados em Neurociências.

27. Fundamentos de Bioinformática           Ano 3 / Semestre 1                                4 ECTS

Carga horária   T: 10; PL: 20 = 30

Objetivos Pedagógicos:

Familiaridade com as bases de dados bioinformáticas, ferramentas de análise, e formatos de representação da informação biológica. Compreensão dos métodos de alinhamento de sequências e dos limites da sua aplicabilidade. Validação dos resultados de pesquisas bioinformáticas. Capacidade de identificação de domínios estruturais e funcionais em sequências biológicas utilizando as ferramentas apropriadas. Capacidade de interpretação de alinhamentos múltiplos de sequências de proteínas.

Conteúdos Programáticos:

  • Conceito e convenções da bioinformática, problemas que a bioinformática procura solucionar.
  • Representação bioinformática de sequências biológicas.
  • Bases de dados de informação biológica.
  • Teoria do alinhamento de sequências. Matrizes de substituição. Algoritmos de alinhamento locais e global. 
  • Teoria e prática das pesquisas de sequências biológicas em base de dados.
  • Alinhamentos múltiplos de sequências de proteínas.
  • Geração e pesquisas de perfis a partir de alinhamentos múltiplos.
  • Localização de ORFs em sequências nucleotídicas.
  • Ferramentas de previsão de genes. 
  • Bases de dados de motivos conservados. Bases de dados de domínios estruturais e funcionais. A ferramenta INTERPROSCAN.

28. Sistemas Orgânicos e Funcionais 302    Ano 3 / Semestre 2                                5 ECTS

Carga horária   T: 9; TP: 16; PL: 6; S:8; OT: 4 = 43

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos e competências sobre a estrutura e função do (1) Sistema Tegumentar, (2) Regulação da Temperatura, (3) Integração e estudá-los, numa perspetiva integrada, ao nível da sua anatomia, histologia, fisiologia, bioquímica e biofísica. E ainda abordar as alterações relacionadas com as suas várias patologias, incluindo doenças do foro genético e/ou provocadas por alterações fisiológicas e/ou ambientais. Relacionar, de forma integradora, o funcionamento de todos os órgãos e sistemas.

Conteúdos Programáticos:

  • Estrutura e fisiologia da pele.
  • A função homeostática do corpo humano, estudo da energética e mecanismos de controlo do funcionamento dos seres vivos do ponto de vista termodinâmico.
  • Integração metabólica ao nível de órgãos e sistemas (digestivo, vascular, sensorial, nervoso e endócrino).

29. Virologia Aplicada                                Ano 3 / Semestre 2                                 3 ECTS

Carga horária   T: 16; TP: 8; S: 3 = 27

Objetivos Pedagógicos:

Conhecimento do ciclo infecioso ao nível celular das famílias de vírus empregues no desenvolvimento de vetores virais para terapia génica. Modificações do tipo selvagem necessárias para a construção de cada tipo de vetor. Objetivos e problemas e associados a cada tipo. Riscos de manuseamento e níveis de segurança.

Outras aplicações dos vírus na indústria farmacêutica.

Conteúdos Programáticos:

  • Estrutura das partículas virais. Tipos de genoma e estratégia de expressão. Classificação de Baltimore
  • Ciclo geral de infeção ao nível celular.
  • Mecanismos de defesa celular autónomos e não autónomos. Estratégias de evasão viral.
  • Ciclo infecioso e mecanismo de transformação celular mediada por vírus de DNA de cadeia dupla de genoma pequeno e médio (Polyiomaviridae, Papilomaviridae e Adenoviriade). Vetores virais baseados em Adenovírus.
  • Ciclo infecioso de vírus de DNA de genoma grande (Herpespiridae, Poxviridae, Baculoviridae). Vectores virais derivados.
  • Ciclo infecioso de Parvoviridae. Vectores virais baseados em parvovírus autónomos e vírus adenoassociados
  • Ciclo infecioso e mecanismos de transformação mediados por Retroviridae. Vectores virais baseados em retrovírus e lentivírus.
  • Comparação das aplicações e usos dos vários tipos de vetores. Riscos e níveis de segurança requeridos para o manuseamento de vetores virais.
  • Outras aplicações de vírus na indústria farmacêutica.

30. Projeto                                                  Ano 3 / Semestre 2                               15 ECTS

Carga horária   TP: 10; OT: 20 = 30

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir autonomia e competências na realização de estudos sobre temas e projetos de atualidade científica, baseados em pesquisa bibliográfica aprofundada, na área de Ciências Biomédicas. Obter uma compreensão integrada do ensino adquirido através de exemplos concretos numa perspetiva de criação e aplicação do conhecimento.


Opções

31. Genética do Desenvolvimento               Ano  / Semestre 2                                 3 ECTS

Carga horária   T: 12; PL: 18 = 30

Objetivos Pedagógicos:

Conceitos avançados sobre hereditariedade, genética, genética molecular e biologia do desenvolvimento.

Conteúdos Programáticos:

  • Hereditariedade, genética e genética molecular: Introdução e perspectiva histórica. Introdução à análise genética e ao conceito de gene, alelo, genótipo e fenótipo.
  • Genética Mendeliana: Primeira e Segunda lei de Mendel. Monohibridismo.
  • Genética Mendeliana: extensões ao Mendelismo. Determinação do sexo e Hereditariedade ligada ao sexo. Dihibridismo.
  • Genética Mendeliana: Terceira lei de Mendel.
  • Organização e estrutura dos genes nos genomas eucarióticos. Conceito de Linkage.
  • Introdução ao conceito de células somáticas e de linhagem germinal. Introdução ao conceito da ""Barreira de Weismann"".
  • Mecanismos de segregação e manutenção da linha germinal. Discussão: ""As células germinais são imortais""
  • Introdução ao conceito de diferenciação celular e aos mecanismos de regulação de expressão génica. Estudos genéticos acerca do estabelecimento dos eixos embrionários em Drosophila.
  • Introdução à Genética de Populações.

32. Técnicas Básicas de Laboratório           Ano 1 / Semestre 2                                3 ECTS

Carga horária   TP: 5; PL: 20 = 25

Objetivos Pedagógicos:

Esta cadeira de opção prática e teórico­prática tem por objetivo de introduzir os estudantes poucos experientes do 1º ano de Licenciatura às medidas e normas de segurança em laboratório de investigação, às técnicas básicas de laboratório (pipetagem com pipetas e micropipetas, medição de volumes com provetas e cilindros, pesagem de químicos, medição e ajustamento de pH), e ainda de revisão e de reforço de cálculos de molaridades e de diluições. Os estudantes familiarizam­se também com as técnicas pretendidas através da preparação de soluções comummente utilizadas em laboratório, que lhes servem a realizar uma transformação bacteriana, a extrair e purificar o plasmídeo transformado, e realizar uma digestão do plasmídeo por enzimas de restrição e visualização do DNA em gel de agarose.

Conteúdos Programáticos:

  • Introdução às regras de segurança e boas práticas em laboratório de biologia. Aula de introdução a medição de volumes, pipetagens com pipetas de precisão e outras… provetas… Pipetagem de água e líquidos viscosos (glicerol…), pesagens, pH, para acertar pH de soluções para valores desejados;
  • Teórico pratica para cálculos de concentrações. Apresentação das várias soluções que vão ser necessárias para esta disciplina e determinação das quantidades necessárias para a preparação destas soluções pelos estudantes incluindo ampicilina;
  • Preparação de LB liquido e LB agar e fazer placas de LB/Ampicilina;
  • Transformação de bactérias (ver os protocolo do ZeTo para ver se da para fazer as competentes nesse dia) com um plasm]ideo e plaquear nas placas de LB/Agar/Ampicilina Dia 4 ­ PREPARAÇÃO SOLUÇÕES E TAMPÕES PARA LISE DE BACTÉRIAS, ISOLAÇÃO E PRECIPITAÇÃO DE DNA;
  • Digestão enzimática e preparação do gel de agarose.

33. Doenças Degenerativas                         Ano 2 / Semestre 2                                3 ECTS

Carga horária   T: 15; TP: 15; S: 5 = 35

Objetivos Pedagógicos:

Adquirir conhecimentos sobre os mecanismos de morte celular e degeneração tecidular envolvidos em diferentes patologias degenerativas, bem como identificar e expor os desafios actuais na gestão de patologias degenerativas.

Conteúdos Programáticos:

  • Mecanismos de morte celular;
  • Fisiopatologia de doenças degenerativas (degenerescência macular, osteoartrite, doença de Parkinson, diabetes tipo 1, síndrome de Goodpasture, enfisema pulmonar, cirrose biliar);
  • Factores protectores/exacerbantes nas doenças degenerativas;
  • Desafios actuais na abordagem das doenças degenerativas.

34. Epigenética                                           Ano 3 / Semestre 2                                3 ECTS

Carga horária   T: 10; TP: 10; S: 15 = 25

Objetivos Pedagógicos:

Identificar e aprofundar os temas mais relevantes na área da Epigenética, incluindo a aquisição de competências na análise, interpretação e exposição de conhecimentos adquiridos.

Conteúdos Programáticos:

  • Introdução a epigenética.
  • Mecanismos de regulação epigenética
  • Epigenética no envelhecimento
  • Epigenética no cancro
  • Toxicologia epigenética
  • Epigenómica.

35. Seminários em Saúde e Ambiente         Ano 3 / Semestre 2                                3 ECTS

Carga horária   T: 10; S: 15 = 25

Objetivos Pedagógicos:

Conhecer quais os contaminantes tradicionais e emergentes identificados como tendo implicações na saúde humana. Adquirir competências sobre o efeito desses contaminantes como vetores no desenvolvimento de certas patologias nomeadamente doenças respiratórias, cancerígenas, más formações congénitas e problemas de infertilidade humana. Estratégias de prevenção.

Conteúdos Programáticos:

  • Principais problemas ambientais com reflexos na saúde; Identificação de contaminantes tradicionais (Metais (Hg, Pb, Cd, Cr) e POPs (DDT,PCBs, PAHs, Dioxinas)) e emergentes (PPCPs, compostos farmaceuticos e nanopartículas) e radiações
  • Doenças ligadas a fatores ambientais. Fontes de exposição e efeitos na saúde.
  • Estratégias Preventivas em Saúde Ambiental.
  • Doenças induzidas por contaminação da Água
  • Impacto da Poluição Atmosférica na Saúde – doenças alérgicas
  • Qualidade do Ar Ambiente: Avaliação de risco para a saúde
  • Avaliação das condições de conforto térmico e da qualidade do ar em ambientes interiores
  • Doenças induzidas por contaminação dos Alimentos
  • Exposição a disruptores endócrinos (DES) e efeito principalmente nas crianças
  • Alterações climáticas e saúde: conhecer as causas para prevenir os efeitos.