EQUIVALÊNCIA DE GRAU DE MESTRE EM MEDICINA

EQUIVALÊNCIA DE GRAU DE MESTRE EM MEDICINA

Informam-se os interessados que foi aprovado o Regulamento do Processo de Equivalência ao Ciclo de Estudos Integrado de Mestrado em Medicina das Escolas Médicas Portuguesas, que poderá ser consultado aqui.

 

​​​​​​​Poderá, ainda, ser consultada a carta de conforto emanada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior reforçando a posição das Escolas Médicas neste processo.

 

O Departamento de Ciências Biomédicas e Medicina não irá abrir novas candidaturas em outubro de 2018 mas, à semelhança das restantes Escolas Médicas, irá realizar as provas de acordo com a calendarização aprovada, aplicando-se apenas aos processos que já deram entrada na Universidade do Algarve:

 

Calendarização:

 

Exame de Português* - 30 de novembro de 2018

Prova de Conhecimentos - 10 de janeiro de  2019

Prova Prática - A decidir por cada escola médica

Apresentação da Tese - Até 6 meses depois da realização da prova prática

 

* Os candidatos oriundos de Países de Língua Oficial Portuguesa estão dispensados da realização desta prova

 

Os requerentes que já submeteram os seus processos de equivalências à Universidade do Algarve serão contactados pelo Júri, até ao final do mês de outubro, através do email de contacto fornecido no processo.

Atenção: Se não forneceu contato email junto com o seu processo solicitamos que nos envie o seu endereço para medicina@ualg.pt

 

ESCLARECIMENTO ADICIONAL

 

A Comissão de Equivalência designada para efeitos de organização e acompanhamento dos procedimentos inerentes à equivalência ao Mestrado Integrado em Medicina  reuniu no dia 12 de outubro de 2018 e definiu que ao abrigo do n.º 1 do artigo 2º do Regulamento do Processo de Equivalência ao Ciclo de Estudos Integrado do Mestrado em Medicina das Escolas Médicas Portuguesas serão declarados equivalentes ao Grau de Mestre em Medicina da Universidade do Algarve apenas os graus que apresentem uma estrutura curricular similar à estrutura curricular do Mestrado Integrado em Medicina desta Universidade, nomeadamente no que concerne ao plano de estudos e números de ECTS por unidade curricular.

 

Neste contexto, e tendo em conta que a estrutura curricular do Mestrado Integrado em Medicina da Universidade do Algarve é substancialmente diferente das estruturas curriculares dos cursos das restantes Escolas Médicas Portuguesas e da maioria dos cursos de Medicina a nível mundial, informam-se os candidatos que instruíram o seu processo nesta Universidade e cujo grau tenha uma estrutura curricular manifestamente distinta da estrutura curricular do curso da Universidade do Algarve, que ficarão por tal facto abrangidos pelas disposições dos n.ºs 2 e 3 do artigo 2º do Regulamento.

 

Uma vez que não é possível aos candidatos instruir o respetivo processo de equivalência em mais de uma Escola Médica, de acordo com o artigo 5.º do Regulamento, a Universidade do Algarve faculta-lhes a possibilidade de, se assim o entenderem, poderem solicitar o cancelamento da avaliação do seu processo nesta instituição, o que lhes permitirá instruir o mesmo noutra Escola Médica dentro do prazo estipulado para tal.

 

Em conformidade com o disposto no n.º 4 do artigo 4.º do Regulamento, em caso de desistência da candidatura, não haverá lugar à devolução dos respetivos emolumentos.

 

 

Gambelas, 12 de outubro de 2018

 

Pela Comissão de Equivalência

Isabel Palmeirim