Admissions

Number of slots for 2022/2023: 10

 

Condições de Acesso

a) Os titulares do grau de mestre na área das ciências da saúde

b) Os titulares do grau de mestre ou de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido pela comissão científica, como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos

Critérios de Seriação

  • Percurso académico (graus obtidos e instituições conferentes dos graus) - avaliação curricular (Ponderação de 0 a 4)
  • Percurso profissional - avaliação curricular (Ponderação de 0 a 6)
  • Trabalho científico e atividades como docente/formador já realizado - avaliação curricular (Ponderação de 0 a 4)
  • Motivação e condições práticas para a realização dos trabalhos de teses - carta de motivação e breve resumo do tema/projeto a desenvolver (Ponderação de a 0 a 6)

Documentação Necessária

Candidatos nacionais
a) Fotocópia Simples do(s) certificado(s) de habilitações do(s) grau(s) académico(s) obtido(s), com indicação da respetiva classificação final e ECTS; todos os graus académicos indicados no curriculum vitae devem ser comprovados com os respetivos certificados de habilitações, que devem incluir a respetiva classificação final e ECTS. Caso o(s) grau(s) académico(s) tenha(m) sido obtido(s) no estrangeiro, devem entregar os documentos mencionados nas alíneas a), b) e h) do ponto 6.3.2 infra;
b) Curriculum Vitae;
c) Uma carta de Motivação e condições práticas para a realização deste doutoramento; 
d) Comprovativo do pagamento da taxa de candidatura;
É ainda recomendada a entrega de um projeto/ideia para desenvolver no Doutoramento (mas não obrigatório), tendo em consideração que este é um dos critérios de seleção e será valorizado.

Candidatos internacionais
a)Documentos comprovativos das habilitações de acesso, indicando o(s) grau(s) académico(s) obtido(s) e respetiva classificação, devidamente validados pela entidade competente do país emissor (reconhecidos por autoridade diplomática ou consular portuguesa ou apresentados com a aposição da Apostila de Haia pela autoridade competente do Estado de onde é originário o documento);
b) os candidatos com graus académicos obtidos no estrageiro terão, obrigatoriamente, de apresentar os registos de reconhecimento desses graus e de conversão das respetivas notas finais para a escala de classificação portuguesa (sempre que ao grau estrangeiro tenha sido conferida uma classificação final), emitidos pela Direção-geral do Ensino Superior ou pro instituição de ensino superior público portuguesa (regime regulamentado pelo Decreto-Lei nº 341/2007, de 12 de outubro) ou, em alternativa, apresentar documento de reconhecimento/equivalência das habilitações estrangeiras às correspondentes habilitações portuguesas, emitido por uma instituição de ensino superior público portuguesa (processo regulado pelo Decreto-Lei n.º 283/83 de 21 de junho);
c) Curriculum Vitae;
d) Uma carta de Motivação e condições práticas para a realização deste doutoramento;
e) Comprovativo do pagamento da taxa de candidatura;
f) Todos os documentos das alíneas anteriores que não forem emitidos em Português, Inglês, Francês ou Espanhol, devem ser traduzidos para um destes idiomas (tradução reconhecida/validada). É ainda recomendada a entrega de um projeto/ideia para desenvolver no doutoramento (mas não obrigatório), tendo em consideração que este é um dos critérios de seleção e será valorizado..